• warning: include(../orelha/yp.php): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/data/drupal-6-lts/includes/common.inc(1773) : eval()'d code on line 4.
  • warning: include(): Failed opening '../orelha/yp.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/php') in /var/www/data/drupal-6-lts/includes/common.inc(1773) : eval()'d code on line 4.

Nova Jornada Flor da Palavra começa em Assembléia indígena de Tefé

Este ano a Flor de Tefé aconteceu durante a Assembléia da Associação Cultural dos Povos Indígenas do Médio Solimões e Afluentes (ACPIMSA), realizada nos dias 14 e 15 de novembro de 2007. Estiveram presentes na Assembléia 178 pessoas, entre as quais 15 tuxauas das etnias ticuna, kambeba, miranha, kokama e mayuruna. Estavam ainda as organizações indígenas OPIMSA, UNI-Tefé, OPIMIMSA e AEPIMSA; a FUNAI, FUNASA, Universidade do Estado do Amazonas (UEA), SEDUC, SEMED, CIMI, CMI-Tefé e rádio Xibé.

O objetivo da ACPIMSA é fortalecer a cultura e a organização dos povos indígenas do Médio Solimões. Esta assembléia marca um momento de fortalecimento do movimento indígena, após um período de grandes reveses e casos de corrupção envolvendo as políticas públicas indigenistas. A presença de representantes de órgãos públicos na assembléia fez com que ela servisse também como mecanismo de participação direta informal: as autoridades puderam ser questionadas e cobradas nos vários assuntos que concernem aos povos indígenas. A assembléia ocorreu bem ao lado do local onde está sendo construído o novo porto de Tefé, que ameaça trazer os conflitos da urbanização para a área indígena.

A Flor da Palavra é organizada colaborativamente e procura, a partir da inspiração no zapatismo, conectar pesquisas, movimentos sociais, mídias livres e artes, criando laços de comunicação e solidariedade que já são a construção de um "mundo onde caibam muitos mundos". Como Flor da Palavra, nesta Assembléia, houve a participação do CMI-Tefé e da rádio Xibé, que fez a transmissão ao vivo, e produziu um áudio do evento para ser transmitido no arrastão de rádios livres do dia 23 de novembro. Os indígenas do Médio Solimões receberam também um "áudio postal" com a palavra dos antepassados do povo mazateco de Oaxaca, México, através de sua rádio Nnandia. Houve ainda a palestra sobre o zapatismo do Prof. Sebastião Vargas da UEA, que em agosto defendeu na USP sua tese "A mística da resistência: culturas, histórias e imaginários rebeldes nos movimentos sociais latino-americanos", que compara o MST e o EZLN. A nova jornada da Flor já está prevista para ocorrer em Brasília junto com as Jornadas Anarcopunks (dias 7, 8, e 9 de dezembro), Vitória e São Paulo. Faça também em sua cidade.

Conexões: Entrevista com Tchimaucu, presidente da ACPIMSA | Fotos da Flor Indígena de Tefé, dias 14 e 15/11 | Programa Flor Indígena de Tefé, produzido com os áudios da Assembléia pela rádio Xibé em OGG ou MP3 | Áudio enviado por rádio Nnandia dos indígenas mazatecos de Oaxaca para a Flor Indígena | Cartaz da Flor da Palavra + Jornadas Anarcopunks que será nos dias 7, 8 e 9/12 | Wiki da Flor da Palavra | Blog da rádio Nnandia | rádio Nnandia sofre dura repressão do México

Editoriais anteriores de Tefé: Porto pode ser ameaça a aldeias no rio Solimões | Rádios livres do norte se mobilizam | Rádio Xibé ocupa Câmara dos Vereadores de Tefé e Anatel é contactada | Democratização da universidade em Tefé | Site do CMI-Tefé e rádio Xibé
Editoriais e notícias da Jornada Flor da Palavra de 2006: Flor de Tefé | Flor de Campinas | Flor de São Paulo | Flor Punk de Brasília | Flor de Marília e protestos contra Calderón no Brasil