• warning: include(../orelha/yp.php): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/data/drupal-6-lts/includes/common.inc(1773) : eval()'d code on line 4.
  • warning: include(): Failed opening '../orelha/yp.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/php') in /var/www/data/drupal-6-lts/includes/common.inc(1773) : eval()'d code on line 4.

Rádio universitária na UFS - a odisséia

Tags:

Por Wille, pré-coletivo CMI Aracaju (versão original)

A longa história da rádio universitária que está prestes a ser implantada na Universidade Federal de Sergipe e das lutas estudantis em defesa de um regimento democrático que garanta que a rádio atenda aos interesses universitários e comunitários e seja um laboratório para os estudantes.

Como essa história começou...

Tudo começou em maio de 2004, inclusive a mais nova seqüência de autoritarismo de José Fernandes de Lima, reitor da UFS. Foi divulgado para toda a comunidade acadêmica que haveria uma palestra com Eugênio Bucci (atual presidente da Radiobrás) sobre ética. Então, após a palestra, o reitor anuncia que a Radiobrás vai firmar um convênio com a UFS para implantação de uma rádio universitária. Todos ficaram surpresos (pra não dizer estarrecidos).

"Nosso reitor" adora fazer surpresas...

Entre maio e o dia 13 de setembro, o silêncio continuou. Nesse dia, o projeto para criação da Rádio chega aos representantes estudantis no CONEP (Conselho de Ensino e Pesquisa). Primeiro detalhe: o projeto foi entregue no dia 13 e a reunião do CONEP foi marcada para o dia 15, portanto, os conselheiros só tiveram dois dias para analisá-lo.

Segundo detalhe: nenhum estudante tinha sido convocado para participar de sua elaboração. Alguns professores disseram que foram consultados, mas que não escreveram nenhuma linha do projeto. Até agora ninguém da reitoria assumiu a autoria desse projeto, o qual vincula a rádio ao gabinete do reitor. Determina também a formação de um conselho dentro da rádio, porém, além de não ter poder deliberativo, o conselho seria formado por três membros de Pró-Reitorias, um professor de Comunicação e apenas um estudante. Portanto, esse conselho existiria apenas para legitimar as decisões da reitoria.

Na reunião do CONEP, ficou determinado que haveria um prazo de 10 dias para apresentação de emendas ou de um novo projeto.

Em busca da democracia...

Diante dessa situação, o Diretório Acadêmico de Comunicação Social (DACS), o DCE e a Associação dos Docentes da UFS (ADUFS) organizaram uma plenária na quinta-feira, 21/10. Além de muitos estudantes, estavam presentes o assessor do reitor e vários professores de Comunicação. O mais surpreendente é que, apesar da atitude do reitor, a maioria dos professores não mostrou interesse em ?incomodar? a reitoria e tirar a rádio das mãos dela. Eles alegam que todas as rádios universitárias existentes no Brasil estão ligadas às reitorias.

Na plenária, foi formada uma comissão paritária para elaborar um novo projeto de rádio universitária. Os pontos mais polêmicos, em que a comissão não chegasse a um consenso, seriam apresentados e votados numa segunda plenária.

No dia 27/10, foi realizada a segunda plenária. Josenildo Guerra, representante na comissão do Departamento de Artes e Comunicação Social, defendeu sua proposta, porém não apresentou qual o formato de conselho deliberativo para a rádio ele queria. Desonrando, assim, o compromisso que havia sido assumido.

O DACS apresentou suas propostas de vinculação, administração e conselho deliberativo. Inicialmente, o DACS defendia a vinculação da rádio ao Departamento de Artes e Comunicação Social. Prevendo que seria quase impossível a aprovação pelo CONEP de um projeto nesses moldes ? nem o próprio departamento apóia isso ?, o DACS passou a aceitar a vinculação à pró-reitoria de extensão. No entanto, o DACS não abre mão de um conselho deliberativo paritário com amplo poder, em que toda a comunidade acadêmica esteja representada.

As lutas que virão...

O projeto será votado na próxima reunião do CONEP (as datas dessas reuniões nunca são divulgadas com antecedência, como já foi dito anteriormente, o reitor da UFS adora fazer surpresas!!!). Vai ser preciso muita luta dos estudantes para que a rádio universitária possa realmente servir como laboratório. Por isso, o DACS pretende fazer uma pequena surpresa para o reitor: lotar a sala onde acontecerá a próxima reunião do CONEP.

Leia mais sobre esse assunto em: http://www.midiaindependente.org/pt/red/2004/11/293737.shtml