• warning: include(../orelha/yp.php): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/data/drupal-6-lts/includes/common.inc(1773) : eval()'d code on line 4.
  • warning: include(): Failed opening '../orelha/yp.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/php') in /var/www/data/drupal-6-lts/includes/common.inc(1773) : eval()'d code on line 4.

Revezamento Global da Tocha dos Direitos Humanos no Brasil

São Paulo, de 20 a 22/03/2008

Rio de Janeiro, de 22 a 25/03/2008

www.tochadireitoshumanos.com.br
Assine a petição no site: uma assinatura pode salvar milhões de vidas!

O que é a Tocha dos Direitos Humanos ?

O Revezamento Global da Tocha dos Direitos Humanos é um evento internacional que visa acabar com os abusos cometidos contra os Direitos Humanos que estão ocorrendo atualmente na China, incluindo a perseguição de diversos grupos espirituais, filosóficos e religiosos, como Budistas Tibetanos, praticantes do Falun Dafa, Cristãos e muçulmanos, assim como repórteres, defensores dos direitos humanos, advogados, defensores dos direitos dos animais e etc. Em um esforço sem fronteiras, desde Agosto de 2007, a Tocha dos Direitos Humanos vem percorrendo mundo, trazendo a seguinte mensagem:

"OLIMPÍADAS E CRIMES CONTRA A HUMANIDADE NÃO PODEM COEXISTIR NA CHINA"

A Tocha passará por mais de 35 países, iluminando os 05 continentes, e após percorrer Europa, Oceania e África, chega ao Brasil entre os dias 20 e 25 de Março de 2008. Este é um movimento voltado exclusivamente à preservação dos Direitos Humanos que congrega pessoas e organizações de todo o planeta.

VENHA PARTICIPAR DAS NOSSAS ATIVIDADES!
(Programação disponível abaixo)

- Este evento não possui fins lucrativos e é organizado e divulgado voluntariamente por um grupo de pessoas autônomas e de praticantes de Falun Dafa (www.falundafa.org).

Por quê apoiar a Tocha dos Direitos Humanos?

Pelo direito à vida

Em 13 de Outubro de 1999, o Primeiro Ministro Chinês Zhu Rongji declarou: "A China continuará implementando sua eficaz política de planificação familiar no novo século." A política de um só filho seguirá sendo "uma política funda­mental do estado". O governo chinês quer ter total controle sobre a demografia chinesa através do controle de natali­dade, disse um repórter do "Beijing Daily". As mulheres es­tão sendo espancadas, sofrem torturas psicológicas e todos os tipo de maus tratos. A força bruta tem sido empregada para forçar o aborto e a esterilização das mesmas.

Pelo direito de crer

Falun Dafa ou Falun Gong é uma prática tradicional de Qigong na China, que ensina a cultivar o coração, a mente e o corpo, seguindo os princípios universais da Verdade, Benevolência e Tolerância, através de exercícios suaves, meditação e leituras. Desde Julho de 1999 os praticantes de Falun Dafa estão sendo severamente perseguidos, presos sem julgamento, enviados a campos de trabalhos forçados e a hospitais de insanidade mental, torturados, muitas vezes até a morte, apenas por acreditar nos seus princípios. A perseguição ao Falun Dafa representa atual­mente a violação Nº 01 dos direitos humanos na China. De acordo com as investigações realizadas pelos prezados Sr. David Kilgour - ex-membro do parlamento canadense - e Dr. David Matas - advogado de direitos humanos - concluí-se que: "Está ocorrendo uma massiva subtração de órgãos dos praticantes do Falun Dafa enquanto ainda vivos, na China.". ( www.organhavestinvestigaton.net )

Pelo direito de ser

Desde 1950, entre 01 a 02 milhões de tibetanos tem sido assassinados. Apesar da Constituição Chinesa mencionar a liberdade religiosa, somente os monges autorizados pelas autoridades podem exercer no Tibet. O regime chinês segue destruindo todo vestígio da cultura tibetana, proíbe-se usar as vestimentas tradicionais e adornos típicos, queimam suas escrituras sagradas, suas pedras sagradas foram utilizadas para pavimentação de ruas, os monastérios são deixados como chiqueiros e a educação das crianças é manipulada para que esqueçam sua própria língua e cultura.

Pelo direito à fé

O "Wall Street Journal" informou recentemente que o governo chinês parece determinado a restringir a expansão do cristianismo no país. Nesse momento as autoridades estão usando as mesmas táticas contra as igrejas Cristãs que em­pregaram para derrubar a prática espiritual do Falun Gong. Mais cristãos estão presos na China que em todas as outras prisões juntas no mundo. Em um período de 18 meses, 500 membros de um grupo de uma Igreja ao sul da China, foram levados à prisão. 05 foram sentenciados a morte, porém a sentença foi revogada depois de apelos internacionais.

Pelo direito de informar

Em 15 de outubro de 2007, militantes dos Repórteres Sem Fronteiras hastearam uma bandeira gigante, representando os aros olímpicos em forma de algemas, diante dos edifícios do Museu Olímpico, em Lausana - Suíça. Mais de trinta jornalistas estrangeiros foram detidos ou impedidos de reali­zar seus trabalhos desde o começo do ano. Desde Julho foram fechados mais de mil fóruns de discussão e websites. Uma dezena de dissidentes políticos foram presos por se "expressar livremente". O COI e sua Comissão de Ética se mantêm em silêncio sobre essas terríveis violações.

Pelo direito de advogar

Dr. Gao Zhisheng, nomeado recentemente para o Prêmio Nóbel da Paz, vem representando os dissidentes políticos, os religiosos, os praticantes de Falun Gong, além de prover assistência legal a Chen Guangcheng, um conhecido ativista cego dos direitos humanos que luta contra a pobreza rural, os abortos e esterilizações forçadas. Ao obter evidên­cias sobre as torturas empregadas aos praticantes do Fa­lun Dafa, escreveu uma carta aberta ao Partido Comunista Chinês que parasse com a perseguição. Como resultado ele e sua família estão sendo perseguidos pelo regime chinês.

Pelo direito à expressão

Na madrugada de 03 a 04 de junho de 1989, o Exército Popular Vermelho da Liberação esmagou o massivo protesto dos estudantes que, concentrados na Praça de Tiananmen, reivindicavam uma maior liberdade de expressão, denunciando a corrupção e exigindo reformas democráticas. Como conseqüência desta brutal intervenção, morreram milhares de jovens e muitos outros foram enviados à prisão, sendo que algumas dessas pessoas estão ainda detidas. Esta informação foi habilmente censurada na China e muitos chineses desconhecem os acontecimentos verdadeiros.

Pelo direito de ter

Em Agosto de 1949, Mao Zedong ocupou militarmente o território da então República Oriental do Turkestão. Sua população - os Uighures - possui um clara identidade cultural e, desde então, este povo de maioria mulçumana tem sido perseguido. Suas reações de protesto contra o regime chinês foram qualificadas como "terrorismo" diversas vezes. O regime chinês transformou a população local rapidamente em uma minoria, transportando uma grande quantidade de pessoas da etnia "Han" (maioria chinesa) para a região, tornando os Uighures minoria em sua própria terra.

PROGRAMAÇÃO SÃO PAULO

Dia 19/03/2008

21:00h - Carreata de Bicicletas – Pq Ibirapuera

22:30 – Vigília com velas – Consulado Chinês

Dia 20/03/2008

09:00h – Teatro Itinerante – Próximo aos Metrôs

Dia 21/03/2008

9:00h - Revezamento da Tocha – Paulista - Pq Ibirapuera

9:30h – Caminhada da Paz – Pq Ibirapuera

10:00h – Abertura dos Shows – Marquise do MAM – Pq Ibirapuera

10:00h - Exposição sobre Direitos Humanos e cultura de Paz – Marquise do MAM – Pq Ibirapuera

Dia 22/03/2008

9:00h Motociata conduz a Tocha ao Marco da Paz – Obelisco – Aparecida do Norte

PROGRAMAÇÃO RIO DE JANEIRO

Dia 22/03/2008 - Sábado

22:30h – Vigília com velas, apresentações artísticas – Local: Arcos da Lapa

Dia 23/03/2008 – Domingo de Páscoa

7:00h – Passeio de Bicicletas – Saída : Laranjeiras; loja de bicicletas Kraft

10:00h – Maratona – Saída : Leme ( em frente ao costão do leme ) / Chegada : Arpoador.

10:00 – Caminhada pelo fim da violência – Saída : Arpoador / Chegada : Posto 9, Ipanema.

19:30 – Vigília pelos direitos humanos e fim das perseguições religiosas – Local : Praia de Ipanema Posto 9.

Últimas notícias:

- Manifestantes fazem vigília em frente ao Consulado da China em SP / Grupo carrega "Tocha dos Direitos Humanos", símbolo internacional. - http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL357557-5605,00.html

- China envia reforços militares ao Tibete, segundo testemunhas / Argentina praticante de Falun Dafa faz vigília pela liberdade dos Tibetanos, em frente ao Consulado da China em São Paulo – http://noticias.uol.com.br/ultnot/afp/2008/03/20/ult34u201773.jhtm

- Centenas de Praticantes de Falun Gong Arrestados na "Preparação" para as Olimpíadas – http://www.faluninfo.net/ e http://www.faluninfo.net/sp/

- Investigações comprovam massiva extração de órgãos de praticantes de Falun Dafa enquanto ainda vivos - http://organharvestinvestigation.net

- Comprovado até o momento o assassinato de 3.137 praticantes de Falun Gong sob custódia da polícia chinesa - http://www.faluninfo.net/sp/

- “Verdade, Benevolência, Tolerância”: princípios perseguidos na China (entrevista) - http://www.falundafa.pro.br/Entrevistas/2004-04-Jan.htm

- Confissões de um oficial de polícia: praticantes sob a minha supervisão são completamente diferentes de como são descritos na mídia chinesa - http://www.faluninfo.net/displayAnArticle.asp?ID=9133

- Saiba mais sobre a perseguição: http://www.faluninfo.net/ e http://www.cipfg.org

O que é Falun Gong?

Falun Gong, também conhecido como Falun Dafa, é uma prática tradicional chinesa de qigong de alto nível, que ensina a cultivar o coração e a mente, seguindo os princípios da Verdade, Compaixão e Tolerância. Consiste em cinco exercícios suaves, incluindo meditação e está sendo praticado em mais de 60 países ao redor do mundo.

A perseguição contra Falun Gong representa atualmente a violação n°1 dos direitos humanos na China. O país asiático não havia visto um ataque contra seu povo de tamanhas proporções desde a Revolução Cultural, na qual cada aparato social, legal e governamental foi forçado e manipulado para eliminar a um grupo concreto da sociedade.

Milhões de pessoas e praticantes de Falun Gong na China estão dando um passo adiante perante este genocídio para proteger pacificamente seus direitos e exercer sua liberdade de crença e expressão. Ao mesmo tempo, muitas pessoas em todo o mundo estão trabalhando para pedir um final pacífico à perseguição por parte do Partido Comunista Chinês.

Agradecemos todas as pessoas que se preocupam com os direitos humanos no mundo e na China. Assim, convidamos todos a participar deste movimento voltado a salvar vidas, para assim nos unirmos em uma só voz clamando:

“As Olimpíadas e os Crimes contra a Humanidade não podem coexistir na China”.

Sítios e links relacionados:

http://www.tochadireitoshumanos.com.br

http://www.humanrightstorch.org

http://pt.wikipedia.org/wiki/Falun_Gong

http://www.falungongbrasil.net

http://www.falundafa.pro.br

http://www.falundafa.org

http://www.faluninfo.net

http://www.cipfg.org

http://organharvestinvestigation.net

http://www.flghrwg.net

http://www.globalrescue.net

http://www.fofg.org

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O REVEZAMENTO GLOBAL DA TOCHA DOS DIREITOS HUMANOS

Esta é uma campanha internacional que busca por um fim aos abusos cometidos contra os direitos humanos na China.

A Tocha dos Diretos Humanos foi acesa em Atenas, na Grécia, em 14 de Agosto de 2007 e até as Olimpíadas de 2008 percorrerá os cinco continentes trazendo essa mensagem de paz. Depois de ser recebida em 21 países na Europa, seguiu pela Oceania e estará no Brasil de 20 à 24 de Março de 2008.

Este movimento é apoiado por diversas organizações ao redor do mundo, como a Anistia Internacional, além de dirigentes políticos, esportistas e personalidades da mídia que dividem a mesma visão: “os Jogos Olímpicos e os crimes contra a Humanidade não podem coexistir”.

A iniciativa partiu da CIPFG (Coalizão para Investigar a Perseguição ao Falun Gong) como forma de protesto contra a existência de campos de trabalho forçado, as torturas, as sentenças de morte sem julgamento, as mais de 1000 execuções oficiais anuais e a extração oficial de órgãos dos presos executados. A proibição da prática meditativa Falun Gong (www.falundafa.org) teve início em 1999 e estende-se até hoje.

Em 4 de Janeiro de 2008 a Anistia Internacional pediu à China que ponha fim à pena de morte, um dia depois de o Governo chinês anunciar um aumento do uso da injeção letal, com redução do tiro na nuca. "A decisão atenta contra o espírito da Carta Olímpica, que situa a preservação da dignidade humana no centro do espírito olímpico. Não há nada de digno ou humano em um Estado que mata indivíduos por qualquer meio", disse Catherine Baber, diretora da AI para a região Ásia-Pacífico. Segundo os legisladores chineses, mais de 8 mil pessoas são condenadas à morte por ano na China. A AI conseguiu documentar cerca de mil execuções em 2006. (Fonte: http://noticias.uol.com.br/ultnot/efe/2008/01/04/ult1807u42653.jhtm)

Em 28 de Setembro de 2006 o porta-voz do Ministério do Exterior, Qin Gang, disse que órgãos de prisioneiros podem ser usados em transplantes, mas que isso é feito com "muita precaução". "A venda de órgãos é proibida, (a doação de órgãos) deve ter o consentimento do doador", afirmou. Essa declaração foi dada à imprensa negando as informações de uma reportagem investigativa divulgada pela BBC revelando que a venda de órgãos retirados de prisioneiros executados está prosperando no país. (Fonte:http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2006/09/060928_chinaorgaomp.shtml)

Em 24 de Março de 2004 a Revista Veja publicou que o Governo de Pequim só admitia 1 000 execuções por ano, mas agora se sabe que passam de 10 000. “O mistério foi desfeito na semana passada por um deputado do Congresso do Povo, o Parlamento da China – e a realidade revelou-se pior que a mais pessimista das estimativas. O sistema judicial chinês mata mais de 10.000 pessoas por ano, deixou escapar o deputado Chen Zhonglin numa conversa com um jornalista de um jornal local em língua inglesa. Entende-se agora por que o assunto era tratado como segredo de Estado.” (Fonte: http://veja.abril.com.br/240304/p_068.html )

O debate que a Tocha pelos Direitos Humanos quer trazer à mídia é que devemos ponderar como podemos apoiar e participar de uma olimpíada quando sabemos que aquele suposto espírito de confraternização e humanidade - que será imposto à imprensa e aos atletas chineses - é totalmente contrário ao que o governo chinês tem para com as pessoas de seu país.

Precisamos discutir com a população como poderemos nos alegrar vendo as competições e os espetáculos sabendo que os dirigentes daquele país estão matando e torturando as pessoas.

Assim a Tocha dos Diretos Humanos percorre o mundo proclamando que, para que ocorram os Jogos Olímpicos de Pequim 2008, cessem as perseguições aos defensores dos direitos humanos, aos Tibetanos, ao Falun Gong, aos Cristãos, aos Jornalistas e aos perseguidos por motivos injustos na China. A Tocha dos Diretos Humanos não se envolve nos temas políticos e se limita a exigir que cessem as inúmeras violações dos direitos humanos.

Maiores informações sobre o Revezamento Global da Tocha dos Diretos Humanos, por favor visite: www.humanrightstorch.org www.tochadireitoshumanos.com.br