• warning: include(../orelha/yp.php): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/data/drupal-6-lts/includes/common.inc(1773) : eval()'d code on line 4.
  • warning: include(): Failed opening '../orelha/yp.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/php') in /var/www/data/drupal-6-lts/includes/common.inc(1773) : eval()'d code on line 4.

Reabre a rádio Nnandia que, do interior de Oaxaca, tem participado da Flor da Palavra

Após um ano e meio de ter sido fechada pela "tropa de choque do Partido Revolucionário Institucional (PRI)", a rádio Nnandia voltou a funcionar no dia 28 de fevereiro de 2008. Localizada no município indígena mazateco Mazatlán Villa de Flores, Oaxaca, México, a rádio foi concebida em 2002 durante a execução de um projeto comunitário de construção de uma escola de ensino médio indígena. A idéia era ter um veículo onde as/os alunas/os pudessem aplicar sua aprendizagem e difundí-la entre as comunidades. Em 2003 a rádio já estava no ar, e as comunidades logo começaram a lhe conferir novos usos, como enviar recados e pedir músicas.

Mas foi em 2006 que ela começou a representar um risco maior ao domínio do PRI. Em junho daquele ano, pela primeira vez, a rádio serviu para a difusão em língua mazateca das propostas dos/as candidatos/as presidenciais, o que facilitou a vitória inédita do candidato do Partido da Revolução Democrática (PRD) ali. Além disso, a insurreição da Assembléia Popular do Povo de Oaxaca (APPO) que, entre outras ações, tomou as rádios e TVs da capital do estado e procurou substituir o governo estatal pela participação direta do povo, teve retransmitida suas emissões pela rádio Nnandia. Finalmente ela foi fechada pelo PRI.

Em novembro de 2007, a rádio Nnandia participou das ações da rede A Flor da Palavra, enviando um áudio postal com a palavra de seus/suas antepassados/as às/aos indígenas do Médio Rio Solimões reunidos/as na Assembléia da Associação Cultural dos Povos Indígenas do Médio Solimões e Afluentes (ACPIMSA) + Flor da Palavra de Tefé (AM) realizada na Barreira da Missão. Em 23 de fevereiro de 2008 os/as indígenas da Barreira se reuniram para responder, auxiliados pelo CMI-Tefé, gravando um vídeo-carta para os/as mazatecos/as. Dia 28 a Nnandia voltou a transmitir da Serra Norte Oaxaquenha.
Reportagem especial de Alyne dos Santos Gonçalves e Leonardo Meira feita em Villa de Flores

Conexões:

Áudio gravado nas primeiras transmissões após a reabertura
|
Áudio-postal enviado por Nnandia aos povos indígenas do Médio Solimões | Livro brasileiro com capítulo dedicado a Villa de Flores

Editoriais antigos:
Editorial da Flor da Palavra para a qual a Nnandia enviou o áudio-postal |

Editorial das eleições fraudadas que Nnandia cobriu em mazateco
|

Editorial do levante social de Oaxaca cujas emissões foram retransmitidas por Nnandia