• warning: include(../orelha/yp.php): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/data/drupal-6-lts/includes/common.inc(1773) : eval()'d code on line 4.
  • warning: include(): Failed opening '../orelha/yp.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/php') in /var/www/data/drupal-6-lts/includes/common.inc(1773) : eval()'d code on line 4.

Radiola Livre resiste a golpe do DCE do UniCEUB

Com a posse da nova diretoria do DCE o coletivo da rádio vinha sofrendo diversas ingerências e sempre tinha que se precaver de atitudes arbitrárias do presidente da instituição.

Em Brasília quem sintoniza no rádio 102,7 FM sabe que vai encontrar uma emissora com programaçao que nao tem interferencia de empresarios e por isso é diversificada e autonoma. Essa programacao é feita pelo coletivo da Radiola DF , uma rádio livre que transmite há 3 anos na capital federal. A comunidade participa ativamente da emissora e como toda rádio livre, é possível ser mais que ouvinte, é possível ser também programador(a). Desde o seu início a Radiola constroi uma gestao coletiva e sem interesses financeiros na rádio.Também desde seu surgimento a Radiola DF mantinha parceiria com o DCE do UniCEUB - um Centro Universitário privado, no qual a comunidade da Rádio estava localmente próxima.

Com a posse da nova diretoria do DCE o coletivo da rádio vinha sofrendo diversas ingerências e sempre tinha que se precaver de atitudes arbitrárias do presidente da instituição.No início do ano o DCE chegou a nomear um coordenador para Rádio, sem sequer consultar o coletivo.Nesta última semana, o DCE decidiu "afastar" uma programadora da rádio e ofendeu a construção coletiva e autogestão da emissora, na lista de discussão da Radiola DF. O desrespeito para com a emissora culminou na reunião semanal do coletivo (23/04), quando um grupo de convidados do DCE, entrou na reunião e em voz alta quis intimidar quem não era aluno do UniCEUB.

E não contentes em desqualificarem um espaço construido com autonomia, respeito e solidariedade pelo coletivo, o grupo que se afirmou convidado colocou em prática o que aprenderam nas entidades que se dizem representativas de estudantes. Estavam lá o presidente do DA de Direito do UniCEUB, o Vice-presidente da FEUB, o Presidente do DCE do UniCEUB, entre outras "autoridades"... que durante algumas horas afirmaram, cada qual com sua opinião, que daquel data em diante a rádio deveria ser feita por alunos e quem quisesse participar deveria pagar mil e poucos reais, que a rádio se quisesse continuar deveria seguir a cartilha do DCE, que a rádio deveria divulgar as festas que eles promovem para "pegar umas gatas" (sim, as autoridades presentes promovem festas na cidade, são promoters), que queriam 6 horas diárias pra programar, que queriam divulgar o que bem entendessem,que o capitalismo deu certo, que a Radio estava fora do perfil dos estudantes do UniCEUB que são patricinhas e mauricinhos, que quem continuasse participando da rádio iria perder bolsa (caso fosse aluno bolsista), que daqui pra frente a rádio iria funcionar como eles queriam e que o espaço onde funcionava a rádio ficaria a mercê dos interesses do UniCEUB.

Após tantas afirmações que agridem os princípios da Rádio e de suas/seus programadores o coletivo da Radiola manifestou que apesar de não estar relacionada a partido político, aquela atitude do grupo era uma atitude política. E como sempre, o coletivo ressaltou que em nenhum momento o grupo apareceu nos foruns de debate e deliberações do coletivo (lista de e-mails, reunioes...) que o coletivo não concorda em seguir a cartilha do DCE, bem como não concorda que alguém tenha mais poder de voz, ou na gestão da emissora que qualquer outra pessoa que faça parte do coletivo.E que a Radiola FM vai manter suas atividades sem ter que se submeter a interesses financeiros. Portanto, a parceria com o DCE do UniCEUB foi desfeita e a Rádio seguirá na ativa com os equipamentos em outro espaço. A transmissão em 102,7 FM voltará em breve, mas seguimos transmitindo via internet. A Radiola manterá seu calendário de eventos, celebrando a coletividade e a autogestão. Viva a Rádio Livre !

Retirado de http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2007/04/380122.shtml
Editorial do CMI: http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2007/04/380157.shtml
Site da Radiola Livre: http://radioladf.radiolivre.org/

© Copyleft http://www.midiaindependente.org: É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que o autor e a fonte sejam citados e esta nota seja incluída.