• warning: include(../orelha/yp.php): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/data/drupal-6-lts/includes/common.inc(1773) : eval()'d code on line 4.
  • warning: include(): Failed opening '../orelha/yp.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/php') in /var/www/data/drupal-6-lts/includes/common.inc(1773) : eval()'d code on line 4.

Proposta: Rádio Caps

Tags:

Apresentação e justificativa

Historicamente, há muitos séculos na cultura ocidental judaico cristã, os portadores de doenças mentais são discriminados. Talvez pela tradição bíblica dos possuídos e endemoniados, nem mesmo a Igreja católica - que se ocupa dos excluídos - tem atividades pastorais dedicadas a esses doentes.

Por isso reivindicamos o direito de nos comunicarmos com semelhantes e público em geral por meio de uma emissora de rádio comunitária por nós mesmos executada, não apenas por sermos excluídos e alvos de preconceito, mas por também, nos Estados Unidos, os profissionais dedicados às psicoterapias serem chamados de comunicadores, independendo da abrangência e da quantidade de emissores e receptores.O fato de desejarmos ampliar o âmbito desta comunicação é uma das razões de nos lançarmos de corpo e alma nesta iniciativa. Também acreditamos na possibilidade de uso terapeutico eficaz da laborterapia especifica gerada por esta atividade radiofônica.

Em nosso meio, existem também os portadores de deficiência mental que trabalharam ou trabalham nos meios de comunicação como é o caso de dois colegas do Caps Perdizes: Israel e Fausto José. Jornalistas e radialistas de longa data em emissoras de São Paulo e, no momento, Israel comanda experiência na oficina de rádio destinada a comunicação interna no Caps citado.

Por causa da enorme responsabilidade na detenção de uma concessão pública- e propomos, nesse sentido, uma cogestão do corpo médico junto aos pacientes, sobretudo paritária e de igual peso nas decisões - a proposta pode parecer uma tarefa difícil, tanto tecnicamente, quanto na manutenção em termos de custo, mas a ressalva é a de que teremos gasto operacional mínimo, reduzido pela potência inicial da rádio e o dispendio com instalações técnicas e mesmo físicas (um estúdio, uma dependência técnica ligada a um controle geral com equipamento emissor e um transmissor em área apropriada em Capes, distante de Aeroportos ou outros locais sensíveis), inicialmente modestas.

Encontramo-nos cheios de entusiasmo e fortes de iniciativa para podermos tornar este sonho realidade num prazo de - aí não há nenhuma modéstia - um ano com apoios e patrocínios que passaremos a buscar além de nossos limites de convivência, uma vez que nossa rádio abrangerá público geral e com nosso esforço irá muito além de apenas nossos colegas de limitações e sofrimento.

Resumo do formato proposto

Nome proposto: Rádio caps

Objetivo: aproveitar a experiencia de dois usuários e um programa em "circuito fechado" já existente e inserir outros pacientes que esperam apenas um empurrazinho para melhorarem, ex Franco... há mais casos, como o de Luzinho, por exemplo, André, e outros.

Apoios: sociedade civil, no bairro, aproveitar ligações dos estagiários da PUC e da Usp e na própria luta antimanicomial.

Formato: rádio comunitária com um quilovat na antena que abranja pelo menos um raio aproximado de l km entorno.

Possibilidades técnicas: há pessoas especializadas- ténicos instaladores que já foram contatadas que podem ajudar a instalar a rádio.

Contatos internos: é preciso ampliá-los junto ao corpo médico e administrativo, dos pacientes e demais caps.

Pessoal inicialmente envolvido: Israel, Fausto, Geraldo e Franco com amplas possibilidades de mais adesões.

Formato "artístico": programação eclética com jornalismo, música e conteúdo baseado em experiências terapêuticas e pessoais para dar voz a quem sempre foi excluído dentre os excluídos da sociedade

Justificativa: A rádio caps será um micromundo ou o espelho da realidade interna de cada participante para que junto com a experiência comunitária vivenciada seja transferida na interação fazer-pensar-ouvir-pensar-refazer-pensar-superar-fazer novamente...

Passos construtivos/constitutivos- Elaborar por etapas o planejamento das ações junto aos demais capes, busca de patrocínios/apoios e ao mesmo tempo entrar com processo junto a Anatel para formalizar junto ao governo a concessão definitiva como rádio comunitária de interesse socio-pedagógico-terapeutico.

Contatos: Fausto (fauzehmc arroba yahoo.com.br)