Audio

  • warning: Declaration of views_plugin_style_default::options(&$options) should be compatible with views_object::options() in /var/www/data/drupal-6-php7/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_style_default.inc on line 0.
  • warning: include(../orelha/yp.php): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/data/drupal-6-php7/includes/common.inc(1769) : eval()'d code on line 4.
  • warning: include(): Failed opening '../orelha/yp.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/php') in /var/www/data/drupal-6-php7/includes/common.inc(1769) : eval()'d code on line 4.

O Vozes da Terra, boletim semanal de rádio do MST, apresenta neste programa a Carta ao Povo Brasileiro, lançada por mais de 40 entidades da Coordenação dos Movimentos Sociais. O programa tem 3 min e 30seg, com 1.60 MB.

[radiolivre] Vozes da Terra: 1300 famílias foram despejadas em uma semana - [Lista de discussão do radiolivre.org]

O Vozes da Terra, boletim semanal de rádio do MST, traz neste programa informações sobre a série de despejos que aconteceram nesta semana em Pernambuco, Rio Grande do Norte, Maranhão. No Rio de Janeiro, os trabalhadores podem ser expulsos a qualquer momento. No total, mais de 1300 famílias já foram despejadas.

A aparição supostamente Venezuelana, captada misteriosamente por um laptop em Manaus.

Trecho histórico de programa da Rádio Xilik

Entrevista dada pelo delegado da Polícia Federal Armando Coelho Neto à radio livre Pega EU FM na qual defende a legalidade das rádios livres e comunitárias; diz que o PT fechou proporcionalmente mais rádios que o governo FHC; critica o projeto da prefeitura de SP de criar rádios comunitárias atreladas ao estado e defende a desobediência civil como forma de luta.

Parte 2 da entrevista dada pelo delegado da Polícia Federal Armando Coelho Neto à radio livre Pega EU FM.

Parte 3 da entrevista dada pelo delegado da Polícia Federal Armando Coelho Neto à radio livre Pega EU FM.

Vinheta AMARC - Campanha Soltem nossos presos

Vinheta AMARC - Campanha Soltem nossos presos

Aqui não, sangue bom!

Syndicate content